Entre em contato com o blog Paiçandu Avante - Email: avantepaicandu@gmail.com



domingo, 8 de março de 2015

Dia da mulher - Terezinha Meneguetti Seghese a primeira prefeita de Paiçandu


 A importância delas muitas vezes é renegada ao esquecimento.

Vamos escolher um nome para representar todas as mulheres de Paiçandu, esta foi até agora a única mulher que foi eleita Prefeita de nossa cidade; seu nome Terezinha Meneguetti Seghese.

Antes de ser a chefe do executivo ela já era empreendedora.
Em 1960 junto com o esposo e irmãos Terezinha  constituiu  a Usina Santa Terezinha hoje o Grupo Usaçucar uma das maiores empresas do ramo sucroalcooleiro do Brasil;  eles transformaram um pequeno engenho de aguardente em fábrica de açúcar, no Distrito de Iguatemi na divisa com Paiçandu.
A empresa prosperou tanto que gerou milhares de empregos na região e em várias cidade Paranaenses, movimentando a economia e trazendo prosperidade.

Atualmente muito pouco ouvimos falar seu nome e o significado de sua passagem na política e na vida de nós Paiçanduenses, pois bem, vamos dar um tom de homenagem e reconhecimento a esta pessoa que passou por nossa história, especialmente nesse dia internacional da mulher.

Em 1982 ainda sob o regime militar Terezinha foi eleita a primeira Prefeita mulher de Paiçandu, governando por 6 anos de  83 à 88.
 Entre seus principais projetos estão alguns que demonstraram seu espírito de empreendedorismo e visão de futuro e que até hoje permanecem intactos no município;

 - O Ginásio de Espotes sendo até os dias atuais é o maior espaço coberto em pleno funcionamento dedicado à eventos esportivos e culturais. 
- A Rodoviária Nova que veio trazer muito mais espaço para receber visitantes.
 - A Casa da Cultura que até a semana passada estava ainda sendo utilizada como Câmara de Vereadores.
 - E ainda um projeto inédito de construção habitacional em regime de mutirão, onde os próprios moradores inclusive muitas mulheres ajudaram a construir suas casas furando valetas, fazendo massa,  carregando tijolos eta... as residencias eram financiadas junto Cohapar a valores acessíveis, com prazo 30 anos para pagamento. 

Teresinha foi morar  no estado de São Paulo teve problemas de saúde e até o ano passado (2014) vivia em Maringá.

Paiçandu teve e tem outras muitas mulheres importantes em todas as atividades, mas na política ainda temos um certo preconceito, tanto que hoje só há homens no legislativo e só vimos elas por um curto período após décadas de hegemonia masculina na Câmar.
 Depois de Terezinha somente Maria Rita Zirondi assumiu a cadeira de Prefeita por cerca de 30 dias quando era vice de Vladimir da Silva.

Fica aqui um pouco de nossa visão em relação a figura feminina e sua importância. 
Parabéns a todas as mulheres pelo seu dia!




Um comentário:

  1. colegio Heitor tambem foi na gestao de dona Terezinha

    ResponderExcluir